Programa completo do XII Encontro da AKB – Campinas 2019

XII ENCONTRO INTERNACIONAL DA ASSOCIAÇÃO KEYNESIANA BRASILEIRA

A PERSPECTIVA KEYNESIANA DA ECONOMIA LIBERAL”

 28 a 30 de agosto de 2019

Instituto de Economia da UNICAMP – Campinas/SP

PROGRAMA COMPLETO DO XII ENCONTRO INTERNACIONAL DA AKB

Quarta-feira – 28/08/2019

18h45

Abertura oficial

Eliane Araújo (UEM), Carmem Feijó (UFF) e Paulo Fracalanza (Diretor do IE-Unicamp)

19h00 às 20h30

Sessão Especial 1Varieties of developmentalism and neoliberalism

Expositora: Barbara Fritz (Freië Universität Berlin)

Coordenador: Nelson Marconi (FGV-SP)

Local: Auditório Zeferino Vaz (IE-Unicamp)

Quinta-feira – 29/08/2019

08h00 às 09h30

Sessões ordinárias I – Mesas 1 a 7 

Mesa 1 – Crédito e bancos de desenvolvimento

Coordenador: Guilherme Jonas da Costa e Silva (UFU)

Crédito consignado e crise no Brasil: uma via de mão dupla

Vinicius Costa Brandão (UFF) 

Development Banks as promoters of Development: A Broad Perspective

Victor Manuel Isidro (UNAM) 

Aspectos fiscais do governo Dutra

Luhan Reigoto (UFF), Fernando Mattos (UFF) e Luiz Fernando Cerqueira (UFF)

 Existe um modelo ideal de bancos de desenvolvimento? Uma apresentação histórica comparativa para os casos de Brasil, China e Índia

Thiago Antoniolli (UFF), Mateus Coelho Ferreira (UFRJ) e Savio Barros Pavani Marinho (UFRGS)

Mesa 2 – Financeirização e fragilidade financeira externa

Coordenadora: Fernanda Feil (UFF)

Fragilidade Financeira Externa da Economia Brasileira no Período 2003-2018

Jander Archanjo (UNIFAL-MG) e Bernardo Pádua Jardim de Miranda (UNIFAL-MG)

O Processo de Deflação de Preços no Contexto da Crise Financeira de 2008: origem, cronologia e magnitude

Daniele da Rocha Faria (UFRRJ)

São os fundos de pensão agentes da financeirização? Uma análise a partir dos EUA

Mateus Ubirajara Silva Santana (UNICAMP e ESAMC) e Paulo Sérgio Fracalanza (UNICAMP) 

Descolamento dos processos produtivo e financeiro – o crescimento do capital fictício

Fernanda Feil (UFF)

Mesa 3 – Desigualdade e distribuição de renda

Coordenadora: Laís Fernanda Azevedo (UEMS)

Desigualdade de renda e demanda agregada: apreciações do regime de crescimento do Brasil de 2000 a 2015 a partir de um modelo neo-kaleckiano

Laís Fernanda de Azevedo (UEMS) e Pedro Cézar Dutra Fonseca (UFRGS)

Desigualdade de renda, desemprego e pobreza nas regiões metropolitanas do Brasil: uma perspectiva heterodoxa

André Cutrim Carvalho (UFPA), David Ferreira Carvalho (UFPA) e Phelipe da Silva Rodrigues (UFPA)

Identificando os efeitos espaciais da incerteza no sentido pós-keynesiano sobre o padrão de desempenho econômico das microrregiões brasileiras

Fabio Gama (UFJF) e Suzana Quinet (UFJF)

Uma Análise do (sub)desenvolvimento brasileiro: um modelo de crescimento com distribuição de renda de regime profit-led

Alanna Santos Oliveira (UFU) e Carlos Alves do Nascimento (UFU)

Mesa 4 – Exportações, tecnologia e crescimento

Coordenador: Danilo Spinola (UNICAMP)

Uneven development and the balance of payments constrained model terms of trade, economic cycles, and productivity catching-up           

Danilo Spinola (UNICAMP)

Principais determinantes do comportamento e da intensidade tecnológica das exportações brasileiras

Felipe Orsolin Teixeira (UFRGS), Daniel Arruda Coronel (UFSM) e José Luis Oreiro (UnB)

Remesas familiares como uno de los factores de restricción al crecimiento para los países del mercado comun centroamericano (MCCA-RD) y México

Jorge Alberto Orellana Aragón (FURG) e Vivian Dos Santos Queiroz Orellana (FURG)

Competition, market share and technological change in a Post-Keynesian duopoly model 

Ana Bottega (UFMG) e Rafael Ribeiro (UFMG)

Mesa 5 – Modern monetary theory

Coordenadora: Júlia Braga (UFF)

Dissenso ao contrassenso do Novo Consenso: a alternativa da macroeconomia da demanda efetiva

Ricardo Summa (UFRJ)

A MMT e as jabuticabas: dívida pública e falta de sinergia entre o Tesouro e o Banco Central no Brasil

Luiz Alberto Marques Vieria (Tesouro Nacional) e Pedro Rossi (UNICAMP)

Keynes e o nexo fiscal-monetário

Kaio Pimentel (UFRJ)

Determinação da taxa básica de juros e convenções: uma primeira aproximação

Caio Vinicius Fernandes Vilella (UFRJ)

Mesa 6 – Políticas macroeconômicas convencionais: críticas e alternativas

Coordenadora: Carmem Feijó (UFF)

Modelos DSGE e a crise de 2008: as críticas acerca das suas limitações estruturais

Édipo Holanda Dias (UFAL), Reynaldo Ferreira Júnior (UFAL), e Ariane Baraúna da Silva (UFAL)

O impacto da crise financeira de 2008 sobre as políticas macroeconômicas: uma discussão a partir da experiência americana

Thiago Antoniolli (UFF) e Carmem Feijó (UFF)

Políticas monetárias não convencionais: o caso dos EUA

Adriano Vilela Sampaio (UFF) e Mauricio Weiss (UFRGS) 

Impactos da política monetária não convencional dos Estados Unidos

Eduardo De Gasperi (UFRGS), André Moreira Cunha (UFRGS) e Marcos Tadeu Caputi Lélis (Unisinos)

 Mesa 7 – Brasil e América Latina

Coordenador: Numa Mazat (UFRJ)

Uma análise comparada entre o “Milagre Econômico” e o “Milagrinho Brasileiro”: comentários sobre a distribuição de renda nos períodos

Vinicius Carneiro e Fabiana Souza

A desaceleração brasileira (2010-2015) na ótica da economia política

Luciano da França Alencar do Rego Barros (UFRJ)

The ‘golden age’ of the Argentine Economy: a demand-led approach

Numa Mazat (UFRJ) e Fabián Amico (UFRJ)

Macroeconomia dos ciclos financeiros e política fiscal: abordagens e evidências

Dyeggo Rocha Guedes (UNIFESSPA) e André Moreira Cunha (UFRGS)

Mesa 8 – Moeda, financeirização e crédito

Coordenador: Luiz Fernando de Paula (UFRJ)

Política macroprudencial, estabilidade financeira e pleno emprego: a contribuição de Minsky

Mateus Coelho Ferreira (UFRJ) 

Financialization, colalition of interests and interest rate in Brazil

Luiz Fernando de Paula (UFRJ), Luiz C. Bresser-Pereira (FVG-SP), Miguel Bruno (UERJ e Mackenzie-RJ)

Crédito pessoal no Brasil e a importância do emprego formal

Pedro Henrique Moreira Lima (UFRJ), Débora Pimentel (URFJ) e Carlos Pinkusfeld Bastos (UFRJ)

Unconventional monetary policies: lessons from the past and the present to future monetary policy frameworks

Cristiano Duarte (BCB), André Modenesi (UFRJ), Antonio Licha (UFRJ) e Emannuel Carré (Paris 13)

10:00 às 12:00

Sessão Especial 2 – Política fiscal e a proposta de desvinculação do orçamento

Palestrantes: Luis Nassif (Portal GGN) e Antônio Alves Jr. (UFRRJ)

Coordenadora: Flávia Vinhaes (CORECON-RJ)

Local: Auditório Zeferino Vaz

14:00 às 15:30

Sessões Ordinárias II – Mesas 9 a 17

Mesa 9 – Instituições financeiras de desenvolvimento

Coordenador: Anderson Cavalcante (UFMG)

National development banks in the Minskyian institutionalist theory

Kesia Braga (UFRJ)

Sistema financeiro e distância funcional: análise do portfólio regional dos bancos no Brasil

Anderson Cavalcante (UFMG) e Mateus Santos (UFMG)

Institutions and development in historical perspective: the case of the Brazilian Development Bank

Alex Wilhans Antonio Palludeto (UNICAMP) e Roberto Alexandre Zanchetta Borghi (UNICAMP)

Development financial institutions in Brazil and regional credit distribution: a critical appraisal

Carmem Feijó (UFF), Fernanda Feil (UFF) e Carlos Henrique Vasconcellos Horn (UFRGS)

Mesa 10 – Conflito distributivo e inflação

Coordenador: Rafael Ribeiro (UFMG)

The inflation-distribution nexus: a theoretical and empirical approach

Rafael Saulo Marques Ribeiro (UFMG)

Evidências acerca da relação entre produtividade e inflação: uma análise empírica para a economia brasileira no período 2009-2017

Denise Piper (UFRGS), Fernando Ferrari Filho (UFRGS) e Marcos Tadeu Caputi Lelis (UNISINOS)

A taxa de juros, o conflito distributivo e a inflação

João Paulo Crippa Santoro (UNICAMP) 

Uma crítica teórica y empírica a la Curva de Phillips: el caso de México, 2001-2018

Santiago Capraro (UNAM)

Mesa 11 – Taxa de juros, taxa de câmbio e mudança estrutural

Coordenadora: Daniela Magalhães Prates (UNICAMP)

Expectations and exchange rate in a Keynes-Harvey model: an analysis of the Brazilian case over 2002-2017 using ARDL

Leandro Vieira (UFRGS) e Fabio Terra (UFABC) 

Relação entre taxa de câmbio e mudança estrutural: uma abordagem baseada nas elasticidades de comércio

Eliane Araújo (UEM), Nelson Marconi (FGV-SP), Tiago Porto (FGV-SP) e Marco Brancher (FGV-SP) 

As paridades da taxa de juros na perspectiva pós-keynesiana

Nathalie Marins (UNICAMP) e Daniela Magalhães Prates (UNICAMP)

O setor externo brasileiro nos anos 2010 e sua relação com a crise econômica de 2008

Nikolas Schiozer (USP)

Mesa 12 – Teoria Econômica

Coordenador: Alain Herscovici (UFES)

John Maynard Keynes between old and new institutionalism

Carolina Miranda Cavalcante (UFRJ) e Emmanoel de Oliveira Boff (UFF)

A noção de equilíbrio em economia: uma discussão filosófico-metodológica

Douglas Dias Braz (UFU)

The debate about Sraffian supermultiplier model and the future of heterodox growth models

Guilherme Jonas Silva (UFU), José Luís da Costa Oreiro (UnB) e Júlio Fernando Costa Santos (UFU)

Contribuições à construção de uma agenda pós-keynesiana do meioambiente

Marcio Alvarenga Junior (UFRJ) e Carlos Eduardo Frickmann Young (UFRJ) 

Mesa 13 – Política fiscal, finanças públicas e emprego

Coordenador: Paulo Von Noije (UNICAMP)

A estratégia da política fiscal e os impactos sobre as finanças públicas no Brasil: 2003-2017

Paulo van Noije (UNICAMP) e Cinthia Rodrigues de Oliveira (UFF)

Financeirização do déficit público: estudo preliminar de uma hipótese de pesquisa aplicada ao caso brasileiro

Hawa Diawara (UERJ)

Um estudo da carga tributária brasileira e seus efeitos na dinâmica socioeconômica: uma análise em foco e em perspectiva comparada, e possibilidades de alterações em bases pós-keynesianas

David Deccache (UnB) e Lucas Di Candia Ramundo (UFF)

Emprego, renda e austeridade: uma análise dos efeitos da política fiscal de 2015 via modelagem insumo-produto

Marcelo Tonon (UFRJ) e Esther Dweck (UFRJ)

Mesa 14 – Estagnação econômica brasileira

Coordenador: Alexandre Salles (UFES)

Estrutura de capital das empresas não financeiras no Brasil: evidências para 2009-2017

Joseli Fernanda Nappi (UNICAMP), Marisa dos Reis Azevedo Botelho (UFU), Felipe Nogueira da Cruz (UNICAMP) e Nathalie Marins (UNICAMP)

Os impactos de uma elevação dos investimentos em infraestrutura no Brasil: uma análise referente a 2015

André Correia Bueno (UNICAMP) e Fernando Sarti (UNICAMP)

What happened to Brazil? A Sraffian interpretation of the 2011-2016 period

Rafael Cattan (UNICAMP)

Conteúdo importado na demanda final doméstica e emprego associado às exportações: uma análise insumo-produto para a economia brasileira entre 2000 e 2015

Kaio Glauber Vital da Costa (UFRJ) e Marília Bassetti Marcato (UFRJ)

 Mesa 15 – Bitcoin e criptomoedas

Coordenador: Giuliano Contento de Oliveira (UNICAMP)

Why is Bitcoin not money? A Post Keynesian view

Matheus Trotta Vianna (UFRJ) 

Comportamento e formação do preço do bitcoin

Tatiana Silveira Camacho (UFU) e Guilherme Jonas Costa da Silva (UFU)

As criptomoedas e os novos desafios ao sistema monetário: uma abordagem pós-keynesiana

Saulo Cabello Abouchedid (FACAMP), Olívia Bullio Mattos (St. Francis College)e Laís Araújo e Silva (UNICAMP)

Cryptocurrencies: distributed ledger technology, banks and central banks, regulation

Carlos Eduardo Carvalho (PUC-SP), Desiree Almeida Pires (San Tiago Dantas), Marcel Artioli (San Tiago Dantas) e Giuliano Contento de Oliveira (UNICAMP)

Mesa 16 – Supermultiplicador Sraffiano

Coordenador: Fábio Freitas (UFRJ)

A baseline supermultiplier model for the analysis of fiscal policy and government debt

Fabio Neves Peracio de Freitas (UFRJ) e Rodrigo Cavalcanti (UFRRJ)

Investimento residencial em um modelo stock-flow consistente com supermultiplicador sfraffiano

Gabriel Petrini da Silveira (UNICAMP) e Lucas Azeredo da Silva Teixeira (UNICAMP)

Super Haavelmo: balanced and unbalanced budget theorems and the Sraffian supermultiplier

Franklin Serrano (UFRJ) e Kaio Pimentel (UFRJ)

The impossible quartet in a demand led growth supermultiplier model for a small open economy

Julio Fernando Costa Santos (UFU) e José Luis Oreiro (UnB)

Mesa 17 – Teoria Pós-Keynesiana

Coordenadora: Fernanda Cardoso (UFABC)

Keynesianismo militar e a relação entre o gasto militar e o crescimento

Dreyfuss Raphael Stege (UEL) e Guilherme André Peleglini Rocha (UEL)

Crédito, capital e finance-funding: Hilferding antecipou Keynes?

André Luis Campedelli (UNICAMP) e Pedro Rossi (UNICAMP)

Keynes e Mantoux: distintas deduções sobre o Tratado de Versalhes

Diego Gonçalves Favorato (UFES) e Arthur Osvaldo Colombo (UFES) 

Uma notável pós-keynesiana: breves notas sobre Joan Robinson

Gleiziane Oliveira Bragança (UFABC) e Fernanda Graziella Cardoso (UFABC)

16:00 às 18:00

Sessão Especial 3 – International Crisis and Keynes Approach to investment

Expositora: Maria Cristina Marcuzzo (Universitá di Roma)

Coordenador: Ricardo Araújo (UnB)

Local: Audirótio Zeferino Vaz

18:00 às 19:30

Sessão Especial 4Sessão de homenagem – Aula Magna de Luiz Fernando de Paula

Expositores: Elias Jabbour (UERJ) e Daniela Prates (Unicamp)

Coordenador: Fábio Terra (UFABC)

19:30 às 20:30

Assembleia geral da AKB

Sexta-feira – 30/08/2019

09:00 às 10:30

Sessões ordinárias III – Mesas 18 a 25

Mesa 18 – Tecnologia, crescimento e distribuição: análises teóricas e empíricas

Coordenador: André Nassif (UFF)

Economic development and stagnation in Brazil (1950-2011): has labour productivity behavior been growth-enhancing or growth-reducing?

André Nassif (UFF), Lucilene Morandi (UFF), Eliane Araújo (UEM) e Carmem Feijó (UFF)

Elementos teóricos sobre los effectos de la globalización en el mercado de trabajo y distribuicion funcional del ingresso em economias periféricas

Manuel Felipe Martinez Mantilla (Centro de Estudios Latinoamericanos)

Mudança estrutural, hiato tecnológico e não linearidades da taxa de câmbio em um modelo Kaldoriano de crescimento

Matheus Pereira Ribeiro (UFJF) e Luciano F. Gabriel (UFV)

Uma análise da evolução do pensamento pós-keynesiano a partir da evolução dos primeiros modelos de crescimento de inspiração keynesiana publicados após a Teoria Geral

Alexandre Salles (UFES) e Matheus de Faria Borini (UFES)

Mesa 19 – Liberalização financeira externa e ciclos financeiros globais

Coordenador: Aderbal Damasceno (UFU)

Economia Política do Banco Central Brasileiro e ciclo financeiro global: uma avaliação a partir de um modelo MS-VAR (2000-2017)

Mateus Ramalho Ribeiro da Fonseca (Unicesumar), Eliane Araújo (UEM), Elisangela Luzia Araújo (UEM) e Pedro Perfeito da Silva (UFRGS)

“Blindagem externa”, controles de capital e inserção diferenciada da Ásia e da América Latina na globalização financeira (1995-2016)

Giuliano Contento de Oliveira (UNICAMP), Diego Garcia Angelico (UNICAMP), Paulo José Whitaker Wolf (UNICAMP) e Ezequiel Laplane (UNICAMP) 

From liberalizing reforms to post-global financial crisis: The IMF’s changing view on capital account liberalization and capital controls

Diego Garcia Angelico (UNICAMP) e Giuliano Contento de Oliveira (UNICAMP)

Desequilíbrios Globais e Crises Financeiras: Evidências Econométricas

Lívia Nalesso (IFTM) e Aderbal Damasceno (UFU)

Mesa 20 – Investimento direto externo e o Brasil na economia global

Coordenadora: Marília Bassetti (UFRJ)

O Brasil como parte da estratégia de realização de IDE pela China

Marcelo Pereira Introini (UFRJ)

The role of the State on foreign direct investment regulation: The Case of China

Paula Silva de Carvalho (UFRJ)

Made in China 2025 amid hyperglobalization: you can´t contain China        

Marília Bassetti Marcato (UFRJ) 

Empresas estatais e investimento estrangeiro em infraestrutura no Brasil após a crise financeira internacional de 2008

Fernando Amorim Teixeira (UFF) e Gustavo Teixeira Ferreira da Silva 

Mesa 21 – Comércio internacional e cadeias globais de valor

Coordenador: Guilherme Magacho (UFABC)

Engines off: a structural decomposition of the Brazilian (de-)growth in the 2010s

Guilherme Magacho (UFABC) e Igor Rocha (ABDIB)

A inserção internacional dos setores industriais brasileiros com base em seus perfis de esforço inovativo: uma análise para o período 2000-2017

Dienifer Fortes Storti (UFSM), Daniel Arruda Coronel (UFSM) e Paulo Ricardo Feistel (UFSM)

Os determinantes das exportações convencionais e das cadeias globais de valor: uma análise em painel

Matheus Rissa Peroni Ribeiro (UFU) e Flávio Vilela Vieira (UFU)

Efeito da política monetária sobre as exportações por fator agregado do Brasil

Patricia Rosado Pereira (UFSJ), Talles Girardi de Mendonça (UFSJ), Bruno Picon de Carvalho (UFSJ) e Simone de Faria Narciso Shiki (UFSJ)

Mesa 22 – Infraestrutura, indústria e crescimento

Coordenador: Elton Casagrande (UNESP-Araraquara)

O esgotamento do crescimento e o investimento em infraestrutura

Fernando Sarti (UNICAMP) e André Correia Bueno (UNICAMP) 

A desindustrialização no Brasil: um processo, várias vertentes

Arthur Osvaldo Colombo (UFES), Ednilson Silva Felipe (UFES) e Daniel Sampaio (UFES)

Aspectos institucionais do falling behind brasileiro: hábitos, instituições e mudança tecnológica

Jonattan Rodriguez Castelli (UEMS)

Crescimento econômico e mudança estrutural no Brasil: um conto de ganhos e perdas

Tomás Torezani (FEE-RS)

Mesa 23 – Política econômica, investimento e economia brasileira

Coordenadora: Liliam Rolim (UNICAMP)

Integrated assessment modelling in Brasil: the state of the art and ways forward

Rafael Cattan (UNICAMP) e Florent Mc Isaac (AFD) 

Visões alternativas sobre as possibilidades e limites da política econômica em países com moedasoberana

Miguel Henriques de Carvalho (UFRJ e Kaio Pimentel (UFRJ)

O papel da Petrobrás nos investimentos industriais no Brasil em momentos distintos 1999-2013 e 2014-2018

Marcelo Sartorio Loural (UFU)

Empirical evidence of the compensation principle in the Brazilian economy: 1994 to 2011

Enzo Matono Gerioni (UNICAMP), Lílian Nogueira Rolim (UNICAMP), Julia Alencar Omizzolo (UNICAMP) e Nikolas Schiozer (USP)

Mesa 24 – Política monetária e taxa de juros

Coordenador: André Modenesi (UFRJ)

A instabilidade financeira e a hipótese “New Cambridge”: uma alternativa ao Novo Consenso Macroeconômico?

Giuliano Manera Longhi (UFRJ),Adriano José Pereira (UFSM) e Paulo Ricardo Feistel (UFSM)

Baixa potência da política monetária Brasileira sob o RMI? O Caso das LFT e a hipótese de renda financeira às avessas

Denise Lobato Gentil (UFRJ), Tânia Aparecida Gomes Paes (Mackenzie-Rio) e Joilson de Assis Cabral (UFRRJ) 

Bancos públicos e política monetária: um estudo utilizando projeções locais dependentes de estado

Nikolas Passos Peçanha Vieira (UFRJ) e André de Melo Modenesi (UFRJ)

Modern Money Theory: ascensão no cenário internacional e debate no Brasil         

Simone De Deos (UNICAMP), Olívia Bullio Mattos (St. Francis College), Fernanda Ultremate (UFRGS) e Ana Rosa Ribeiro Mendonça (UNICAMP)

Mesa 25 – Política monetária e sistema financeiro internacional

Coordenador: Guilherme Mello (UNICAMP)

A instabilidade do sistema monetário internacional e estratégias recentes dos países emergentes

Maurício Weiss (UFRGS) e Adriano Vilela Sampaio (UFF)

Currency hierarchy, monetary sovereignty and macroeconomic policy autonomy: a framework based on the French Monetary Institutionalism and the Regulation School

Daniela Prates (UNICAMP) e Jaime Marques Pereira (AFEP)

Banco Central do Japão e políticas monetárias não convencionais

Guilherme dos Santos Mello (UNICAMP) e Felipe da Roz (UNICAMP)

Swaps cambiais e dívida pública: impactos sobre a política econômica

Jean de Jesus Peres (UNICAMP)

11:00 às 12:30

Sessão Especial 5 – Neoliberalismo, globalização e crise: a virada autoritária

Expositor: Alfredo Saad (SOAS – Universidade de Londres)

Coordenador: Fabrício Míssio (UFMG)

14:00 às 15:45

Sessão Especial 6 – CAPES-AKB

Expositores: Adriana Amado (UnB) e André Moreira Cunha (UFRGS)

Coordenador: Anderson Cavalcante (UFMG)

16:15 às 17:45

Sessão Especial 7 – Mesa de Conjuntura da AKB

Expositores: Ricardo Carneiro (UNICAMP), Lionello Punzo (Universidade de Siena) e Marco Flávio Resende (UFMG)

Coordenadora: Vanessa Petrelli Corrêa (UFU)

18:00

Sessão Especial 8 – “Lançamento de livros AKB e em homenagem a Fernando Cardim de Carvalho” e Encerramento do XII Encontro Internacional da AKB 

Coordenadora: Eliane Araújo (UEM)

Expositores: Gary Dimsky (Universidade de Leeds), Carmem Feijó (UFF) e Rogério Sobreira

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s